Vereadores de Delmiro Gouveia derrubam veto do prefeito e reajuste de 8% dos profissionais da Educação é mantido

Por Emerson Emídio - Jornalista | 4 de junho de 2020 às 11:50




Foto: Divulgação

A sessão ordinária remota da Câmara Municipal de Delmiro Gouveia (CMDG), desta quinta-feira (4), que teve vários problemas na transmissão, girou em torno do veto do reajuste salarial dos servidores da Secretaria de Educação. O projeto foi enviado pelo Executivo, aprovado por unanimidade pelos vereadores e vetado pelo prefeito Eraldo Cordeiro (PSD), com justificativa da Lei Eleitoral.

O vereador Cacau Correia (PTB) foi o primeiro a fazer o uso da palavra. Ele iniciou o discurso dizendo que está ao lado dos professores. “Aplaudo com muito fervor o trabalho desempenhado pelos nossos professores”, afirmou.

Em seguida, o vereador Pedro Paulo (PT) fez o uso da palavra e destacou a importância de se cumprir os direitos dos profissionais da Educação. “O projeto está dentro do prazo da janela eleitoral. Fiz várias consultas acerca do tema e cheguei a minha conclusão. Neste momento, sou corporativista. Não posso ficar contra minha categoria”, enfatizou.

Geraldo Xavier também fez o uso da palavra e pediu ao Sinteal e ao Executivo, que nas próximas edições, sejam mais ágeis nas ações. “Ainda bem que vivemos numa democracia e que devemos fazer cumprir nosso papel”, reiterou.

A matéria entrou em votação e o veto do prefeito Eraldo Cordeiro foi derrubado por unanimidade, ou seja, por 10 votos favoráveis.



Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.