Especial Covid-19: Comércio, economia e o dilema social em tempos de pandemia

Por Emerson Emídio - Jornalista - MTE 2033/SE | 6 de maio de 2020 às 6:00

Arte da reportagem em série

Com uma pandemia no Brasil, os setores da economia, a depender das proporções, tendem a sofrer. Com o coronavírus não está sendo diferente. Como o distanciamento social ainda é a maneira mais eficaz de frear os casos da doença, ruas ficaram vazias e o comércio de portas fechadas.

De acordo com à organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), quase todas as grandes economias do mundo entrarão, nos próximos meses, em recessão, ou seja, sofrerão declínio econômico por ao menos dois trimestres consecutivos.

O efeito já é sentido nos municípios do Alto Sertão de Alagoas. Na semana passada, o portal Radar Notícias trouxe uma reportagem onde abordou que à CDL Delmiro Gouveia cobrou dos poderes públicos, ações para garantia de saúde e auxílio  aos comerciantes, para que dessa forma, houvesse um freio nas demissões.

Ainda de acordo com economistas, após o surto da pandemia no Brasil, a expectativa de crescimento da economia não é boa, o que pode acarretar em mais demissões e oferta de emprego em baixa.

Inicialmente, em fevereiro, o governo Jair Bolsonaro falava em impacto de menos de 1 ponto percentual no crescimento previsto em torno de 2% do PIB. Em março, o governo cortou sua projeção oficial de 2,1% para 0,02%.

Na ponta da corda

Empresários e empreendedores conversaram com a reportagem do portal Radar Notícias e relataram como estão enfrentando essa pandemia.

Sávio Bezerra é um dos empresários da cidade de Delmiro Gouveia. Para ele, sem casos confirmados da Covid-19, a gestão municipal escolheu uma estratégia inviável. “Acho que a prefeitura escolheu uma estratégia inviável. Ao invés de permitir a flexibilização e dizer as condições (o porquê, o enquanto, o até que e se, e somente se), marcar essa flexibilização para dois ou três dias à frente. E fizeram o inverso, perguntaram ao Ministério Público, esse, para se livrar de se posicionar, que disse um não e criou condições impossíveis para um sim”, afirma.

Para ele, existiam outras possibilidades de resolver a situação, com os cuidados necessários. “Inicialmente, concordamos que o comércio não deve abrir de forma plena e sim, de forma limitada. Na questão de tempo, enquanto a comunidade não tem contaminação, no período, ou seja, só um horário, na carga, uma quantidade de clientes de acordo o tamanho do estabelecimento e na disciplina, enquanto mantiver e seja um ponto educação de zelo e respeito aos cuidados sanitários”, enfatiza.

Luana Lins é empreendedora na área de designer de sobrancelhas e unhas. Ela diz que com o isolamento social, a clientela caiu 80%. “A maioria das clientes são de cidades e povoados vizinhos. Então, por questão de segurança e tomando os cuidados necessários, estou atendendo apenas a pessoas mais próximas”, diz.

Ela também afirma que com menos tempo de ocupação, está buscando se capacitar na área. “Através da internet, busco me especializar e estar cada vez mais capacitada, para atender minhas clientes de maneira eficiente”, aborda.

Soluções apontadas pelo poder público

Questionada pela reportagem do portal Radar Notícias, a prefeitura de Delmiro Gouveia informou que alterou o calendário para pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Com a medida, passam a vigorar as seguintes datas. Pagamentos até 20 de maio, o desconto é de 30%. Já para os que preferirem aguardar até o prazo de 10 de junho, o desconto é de 20%. Os contribuintes que desejarem pagar o IPTU até o dia 30 de junho, terão desconto de 10%.

Na reportagem de amanhã, você vai acompanhar como à 10ª região de Saúde está a nível estadual para as questões de investimentos para o fortalecimento do setor.

Primeira reportagem da série 

Segunda reportagem da série

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.